Sevirismo

IMG_5960

*Sevirismo* é a história de 7 migrantes em busca de um lugar para refazer suas vidas, e fala sobre a atitude de criatividade e improviso para solucionar os problemas que encontramos nas periferias do mundo. São as gambiarras e as alternativas que o povo inventa cotidianamente para enfrentar com esperteza e resistência tanto a escassez material como a expropriação de seus recursos vitais.

Em 2017 o *Teatro Girandolá* completa 10 anos de atuação na região da Bacia do Juqueri e nossa comemoração é trazer a público a sexta peça de nosso repertório: _Sevirismo – os mais espantosos causos e descausos de uma Ponte Seca_. Esta obra é fruto do projeto _Mitologias de uma Ponte Seca_, contemplado pelo edital *ProAc 01/2016*. Em nossa primeira incursão com uma peça de rua, a vontade que nos guiou durante um ano e meio de processo de criação foi realizar um encontro com o público local em muitas dimensões.  

Este ímpeto nos levou de encontro com a Ponte Seca, um calçadão de comércio popular em Francisco Morato que culmina com uma passagem subterrânea que liga dois lados da cidade e fica sob a linha do trem. Foram os encontros diários com os comerciantes, os trabalhadores passando para pegar o trem, os autônomos com seus carrinhos e toda sorte de figuras que foram nos instigando e alicerçando nossa tradução poética sobre a região, compondo uma dramaturgia que aborda desde conflitos mundanos a batalhas míticas e ideológicas.

No intuito de compor uma criação popular e divertida, buscamos como referências estéticas a cultura tradicional nordestina em colisão com o cotidiano urbano, periférico e rural da região, ao passo que espontaneamente também foram compondo nossa visualidade índices da cultura medieval europeia e o pop. Sonhar acordado é preciso!

Sinopse

vindos de além e alhures
por aqui desembarcaram
migrando ou sendo imigrados
eles logo se instalaram
numa feira divertida
foram reinventando a vida
e assim revolucionaram

sempre atenta e alegre
cheia de sagacidade
conversa com todo mundo
à caça de novidade
em seu sonho de artista
Kate Blind está na pista
sendo a cara da cidade

lá num século passado
na aldeia de minha gente
surgiu uma estória estranha
sobre um bebê surpreendente
mas a rixa que inquieta
é se o guri foi profeta
ou se veio com a torrente

certa feita em minha terra
houve chuva aterradora
chuva forte de enxurrada
uma coisa assustadora
e desde esse fato obscuro
sempre que céu fica escuro
São Pedro até se apavora

nestes tempos tão marcados
por machismo e bandalheira
por terror tecnológico
e até guerra sem trincheira
pra salvar a humanidade
só mesmo a caridade
duma puta justiceira

Odisseu não derrotou
um monstro tão odiento
nem Don Quixote enfrentou
um dragão tão fedorento
mas o assalariado
e o monstrão metalizado
é o duelo do momento


Últimas notícias

1 2