Tempos de semear

0

_MG_5207Tempos duros… Temer ários… Estas três (ou quatro) palavras bastam para descrever nossos dias. Parecem sonhos distantes a vida justa, o bem comunitário, a poesia como contemplação. Aliás, parece impossível o próprio sonho.
Mas sabemos: a poesia desperta comichões. Palavras. Atos. Sonhos. Somos pequenos. Mas Somos, e SER, nesse atual estado da vida matéria, já é de grande valia. QUERER ser, então, é para poucos. Não confundamos com ter. É ser, mesmo. Querer ser. Querer ser poeta. A exemplo de Viviane de Jesus, que, no final do mês de abril, ouviu umas maluquices de gente dando nota pra poema numa praça. Ela parou o skate, desencanou por um instante do rolê de rodinhas e deu asas para sua imaginação. No mês seguinte, instigada, provocada (e feliz por ver que outras pessoas também gostavam de se expressar), decidiu voltar e competir, pela primeira vez, em um SLAM. E voltou. E competiu. E levou.
Após três rodadas acirradas, ela virou o jogo e, na última poesia, conseguiu levar o título de capioa de maio. Seu discurso, no final, foi emocionante. Simples. Despretensioso. E honesto. É o que todos queremos.
Foi a coroação de uma noite feliz, em que comemorávamos um ano do SLAM da ROÇA, com a presença da iluminada Elizandra Souza, poeta homenageada do mês.
Nem a falta de luz, nem o sereno fino esfriaram nossos ânimos.
Além do bolo delicioso de abacaxi com coco, feito pela D. Sônia, tivemos a tradicional quadrilha da roça, cheia e movimentada!
Movimentar. Ocupar.
Mês que vem estaremos lá.
Para que outras pessoas possam voltar como poetas. Ou como ouvintes. Tanto faz. Enquanto houver forças, estaremos aqui. Fazendo nosso trabalho.
Agradecemos o grande presente que recebemos em nosso aniversário.
Que muitos mais venham pela frente.
Aqui não tem patrão.
Nóiz tamo na roça
e a colheita
é toda nossa.
Diretas já.

Confira as fotos:

Texto: Beto Bellinati

Fotos: Meire Ramos

O Slam da Roça acontece sempre no último sábado de cada mês, no Parque Benedito Bueno de Moraes, em Franco da Rocha. Esta edição de maio, do Slam da Roça, integrou a programação do festival Oxandolá [In]Festa, que traz atrações gratuitas em todos os finais de semana, até o dia 10 de junho! Confira a programação completa aqui! O Oxandolá é uma realização da Associação Cultural CONPOEMA, e no ano de 2017 o evento foi produzido com recursos próprios, contanto com a parceria dos coletivos que integram a programação e apoio da Secretaria de Cultura de Franco da Rocha e da Secretaria de Cultura de Francisco Morato. O Slam da Roça e o Sarau CONPOEMA, estão contemplados pelo edital do ProAC Saraus, e contam com financiamento do Governo do Estado de São Paulo para edições de 2017.

Outras informações: 4488-8524

Compartilhar.

Sobre o autor

27 anos, Francorrochense, Atriz, Produtora Cultural, Co-fundadora da Associação Cultural CONPOEMA, Feminista e Co-fundadora do coletivo Baciada das Mulheres do Juquery, vegetariana, divide a casa com seu cachorro Romeo e seu gato Fellini.

Deixe um comentário